Cortes de carne argentina: 7 tipos principais

Alguns dos principais Cortes de carne argentina São eles: bife ancho, bife de chouriço, assado de tira, cuadril colita, vitela, lombo e entranha de boi. Os argentinos também são apaixonados por churrasco e têm cortes diferenciados para todas as ocasiões, principalmente os assados.

De certa forma, o churrasco brasileiro está muito mais próximo do argentino do que se imagina. Pretendo partilhar convosco todos os detalhes e curiosidades desta cozinha rica e saborosa. Continue lendo e controle suas emoções!

Por dentro dos cortes de carne argentinos em preparações únicas

A Argentina abriga alguns dos melhores cortes exportados para vários lugares, como o Brasil. O bife de chouriço, por exemplo, notamos que ele é muito vendido em restaurantes, parrillarias e churrascarias de todo o Brasil.

Diante disso, minha proposta é mostrar a Os cortes de carne bovina mais famosos dos irmãosmas também fale de carnes exclusivas.

1. Bife ancho

Começando pelo maior clássico da churrascaria argentina e ícone das parrillas de todo o país, o famoso bife grande. O corte é feito bem na frente do lombo, também chamado de cabeça do lombo ou filé de costela..

Geralmente, o verdadeiro ancho é retirado entre a segunda e a sexta costela, de onde recebe todo o marmoreio, textura e sabor característico. Visualmente falando é um dos cortes argentinos mais apetitosos e rende também outro corte, o Olho de Bife.

Características do bife ancho

  • Corte alto perfeito para assar diretamente na grelha.
  • A carne do corte é muito macia e apresenta alto marmoreio.
  • Cada bife tem camadas de gordura que acrescentam mais sabor.
  • No topo você encontra a capa larga, uma das cortes de carne mais tenros.
  • Sabor intenso e irresistível no churrasco.

2. Bife de chouriço

Após o ângulo, o bife de chouriço É um dos cortes de carne argentinos mais consumidos e valorizados. Também está localizado no pedaço de lombo e, em tese, seria a continuação do ancho. Você pode ver que o chouriço começa quando termina a cobertura da ancho.

Um de maiores diferenças entre chouriço e anchoé esse o chouriço tem uma camada de gordura que transforma o sabor da carne. Vale ressaltar que os bifes precisam ser altos e grossos, para que o assado fique no ponto ideal.

SUGESTÃO DE CORRESPONDÊNCIA: prepare o bife de chouriço na grelha em grelha forte, deixando 7 a 8 minutos de cada lado. Para finalizar, acrescente o pedaço e acerte, mas a estrela da degustação é um molho chimichurri tradicionalmente argentino!

3. Tira o churrasco

O churrasco de tira é a alternativa perfeita para quem não quer perder tempo no churrasco. Isto porque a carne resulta do corte do costela frontalque é serrado em longas tiras finas.

Em sua composição, o torrador tem tudo que você precisa para fazer um churrasco desses. Olha, estou falando de um carne muito macia, gordura intramuscular, ossos e uma camada de gordura, como pode dar errado? Obviamente não.

4. Colita de Quadril

Acredito que você já deve conhecer todos os cortes de carne bovina argentina apresentados, pois são os mais tradicionais, certo? No entanto, você já ouviu falar quadra colita? A região do “quadril” bovino argentino equivale à alcatra, é a mesma peça.

Então, a colita de cuadril nada mais é do que o peito retirado da alcatra. Porém, podem haver pequenas diferenças quanto ao formato e tipo de corte preparado na parrilla argentina. Corte magro, macio, saboroso e com aquela textura sensacional.

5. Vácuo

Outro corte muito valorizado pelos argentinos é o vacío, que dá lugar à carne vazia aqui no Brasil. Na verdade, a parte vazia está localizada na parte traseira, mais precisamente onde terminam a ponta da agulha e as nervuras da janela.

Apenas o vazio argentino é o corte equivalente a bife de flanco no brasiltanto no formato quanto na preparação:

  • Fibras longas, claramente visíveis e macias.
  • Uma camada de gordura que deve ser preparada junto à carne.
  • Sabor inconfundível e praticidade de fazer.
  • O ponto ideal para este assado é mal passado ou mal passado.

6. Lomo

O lomo argentino é considerado um dos cortes mais tenros da churrascaria hermanos. Só pelo nome pode ser difícil saber o segredo da carne. No entanto, o lomo é só filé mignonlocalizado na parte superior das costas.

Assim como nós, brasileiros, os argentinos consideram o filé mignon um corte de altíssima qualidade e reservado para assados ​​especiais. Tanto que encontrei o Receita de Lomo al Trapo que vai aguçar seus sentidos:

  • Pedaço inteiro de filé mignon assado em pano limpo embebido em vinho tinto seco.
  • Para temperar, utiliza-se sal grosso ou triturado, especiarias e ervas frescas.
  • Depois, você embrulha a carne com os temperos no pano e amarra com barbante.
  • Para finalizar, asse diretamente na brasa ou bem próximo dela por 40 minutos, 20 de cada lado.

7. Entranha de carne argentina

Há alguns anos, o entranhas bovinas praticamente todos os açougues como carne de terceira categoria. Porém, os argentinos encontraram uma forma de baratear o churrasco com sabor e muita maciez.

Foi então que a carne bovina entraña ganhou destaque e ganhou espaço em um mercado bastante seleto. O corte cobre a parte interna da costela, o que pode parecer algo ruim, pois podemos considerá-lo uma mera “rebarba”.

Por outro lado, suas fibras longas, espessura fina, gordura entremeada e região privilegiada tornaram as entranhas muito famosas. Não é à toa que um quilo de entranhas pode facilmente custar R$ 140,00, mas é uma delícia.

Gostou de aprender mais sobre os cortes de carne argentinos? Não se deixe intimidar pelo nome, procure o açougue especializado mais próximo e desfrute de sabores maravilhosos e um bom churrasco.

Espero muito que tenham gostado das minhas dicas, compartilhem com seus amigos e até a próxima!

Quer conhecer outras receitas parecidas com Cortes de carne argentina: 7 tipos principais você pode visitar nossa categoria clicando aqui 👉 Carnes.

Participe do nosso Grupo do WhatsApp Clicando Aqui 👉 Participe do nosso grupo!!

Amanda Cristina

Sou Amanda Cristina redatora especializada no mundo da culinária e gastronomia, sou redatora desse site de receitas. Minha jornada começou com uma paixão genuína pela comida e a vontade de compartilhar minhas descobertas culinárias com o mundo.Com formação em Comunicação e Jornalismo, rapidamente percebi que minha verdadeira paixão estava na escrita de artigos, receitas e dicas relacionadas à culinária.

Receitas para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está satisfeito com ele. Mais informações