Carne grelhada: Qual é a melhor? Como fazer?

Carne grelhada: Qual é a melhor? Como fazer? Preparar carne no prato É uma forma deliciosa e versátil de saborear diversos cortes de carne, sendo um método de preparo muito popular em diversas regiões.

Ao optar por este método, aproveitamos os vários benefícios proporcionados pela grelha, nomeadamente a redução do tempo de cozedura e a formação de uma maravilhosa crosta na superfície da carne.

Nesse contexto, é possível utilizar diversos cortes para aproveitar ao máximo essa técnica. Então, hoje vamos explorar algumas opções que se destacam nesse método, além de entender as vantagens que a placa proporciona.

E, claro, não poderia faltar uma receita detalhada que guiará passo a passo o processo. Então, se você quer reproduzir essa técnica na sua casa e não sabe por onde começar, esse texto será um ótimo ponto de partida. Não se esqueça de conferir!

Carne grelhada: Qual o melhor corte?

Imagem: Folha Go.

O melhor corte para carnes grelhadas pode depender do gosto pessoal de cada indivíduo, mas geralmente algumas opções são mais utilizadas.

Uma das opções mais populares é a picanha, conhecida pela suculência e sabor marcante. Além da picanha, há outras sugestões que também são excelentes para grelhar, como:

  • Alcatra: A alcatra é uma carne macia e suculenta e também pode ser preparada na grelha. Além disso, pode ser uma alternativa interessante à picanha.
  • Ribeye (ou filé mignon): Da mesma forma, ambos são cortes macios e saborosos, ideais para grelhar.
  • Fralda: Porém, se você busca uma carne com textura única e sabor mais pronunciado, o fraldinha pode ser uma ótima opção, já que é muito utilizado em churrascos.
  • Costela: Por outro lado, a costela também é uma ótima opção, principalmente quando cozida lentamente, o resultado é maravilhoso.
  • Entrecôte: por fim temos o entrecôte, esse corte é conhecido pela suculência e pode ser uma opção interessante para variar.

Quais são as vantagens de usar uma frigideira para preparar carne?

A carne cozida no ferro ou em outros pratos geralmente apresenta algumas características diferentes, graças ao método de cozimento.

Em primeiro lugar, a chapa de ferro pode dar um delicioso toque de fumaça, principalmente se for utilizada para grelhar carnes gordurosas.

Outros benefícios incluem:

  • Velocidade de cozimento: O contato direto com a placa quente permite um cozimento mais rápido, ideal para cortes mais finos.
  • Caramelização: Da mesma forma, a alta temperatura da grelha pode caramelizar os açúcares presentes na carne ou nos temperos, resultando em uma crosta saborosa e crocante.
  • Versatilidade de preparação: Além disso, é um método de preparo versátil, permitindo o preparo de diversos cortes, desde os mais magros até os mais marmorizados, ou até mesmo vegetais.
  • Menos gordura necessária: Por último, muitas vezes é possível obter cortes saborosos e com menos gordura adicionada, pois a própria gordura da carne pode ser suficiente para criar a suculência desejada.

Depois de explorar algumas opções de carnes e entender os benefícios de usar a chapa para prepará-la, convido você a conferir uma receita mais detalhada, aprendendo passo a passo como realizar esse processo:

Carne grelhada: Veja o passo a passo

Ingredientes:

  • 1 pedaço de picanha (ou outro corte de sua preferência)
  • Sal grosso a gosto
  • Pimenta preta moída a gosto
  • Alho picado (opcional)
  • Azeite para pincelar

Método de preparação:

  1. Comece deixando a carne atingir a temperatura ambiente e depois faça cortes diagonais na gordura da picanha para evitar que ela enrole durante o cozimento. Depois tempere a carne com sal grosso, pimenta-do-reino e alho picado (opcional). Massageie bem os temperos na peça.
  2. Enquanto os temperos são incorporados ao corte, pré-aqueça a chapa de ferro em fogo médio-alto até ficar bem quente. Em seguida, coloque a picanha na chapa quente com a gordura voltada para baixo.
  3. Em seguida, grelhe por cerca de 8 a 10 minutos de cada lado para obter carne mal passada. Ajuste o horário conforme preferir mais ou menos tempo. Não fique virando a carne constantemente. Deixe desenvolver uma crosta dourada antes de virar para selar os sucos.
  4. Você pode usar um termômetro de cozinha para verificar o cozimento interno desejado: 55°C para mal passado, 60-65°C para mal passado, 70°C para bem passado.
  5. Por fim, retire a carne do prato e deixe descansar alguns minutos antes de fatiar. Em seguida, corte em fatias finas, na contramão, para garantir mais maciez. Se preferir, regue as fatias com um fio de azeite antes de servir.

Observação: O tempo de cozimento pode variar dependendo da espessura da carne e da potência do grelhador. Da mesma forma, você pode ajustar os temperos e cortes de acordo com suas preferências pessoais.

Quer conhecer outras receitas parecidas com Carne grelhada: Qual é a melhor? Como fazer? você pode visitar nossa categoria clicando aqui 👉 Carnes.

Participe do nosso Grupo do WhatsApp Clicando Aqui 👉 Participe do nosso grupo!!

Amanda Cristina

Sou Amanda Cristina redatora especializada no mundo da culinária e gastronomia, sou redatora desse site de receitas. Minha jornada começou com uma paixão genuína pela comida e a vontade de compartilhar minhas descobertas culinárias com o mundo.Com formação em Comunicação e Jornalismo, rapidamente percebi que minha verdadeira paixão estava na escrita de artigos, receitas e dicas relacionadas à culinária.

Receitas para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está satisfeito com ele. Mais informações