Carne assada no bafo: como fazer?

Hoje vamos aprender como preparar carne assada no hálitouma excelente técnica que ajuda a deixar o corte mais saboroso e suculento.

Este método envolve um cozimento lento e controlado, onde a carne é colocada em ambiente fechado, permitindo que ela cozinhe no próprio vapor e retenha seus sucos naturais.

Sabe quando você vai a um restaurante e vê aquelas carnes embrulhadas em papel alumínio assando por várias horas? Então, isso é carne assada no bafo! Quem já experimentou sabe como é delicioso.

E hoje vamos mostrar passo a passo como fazer isso na sua própria cozinha. Além disso, ofereceremos dicas e sugestões valiosas sobre quais cortes são ideais para esta técnica. Então, continue lendo para não perder nenhuma informação importante. Aqui vamos nós!

Carne assada no bafo: passo a passo completo

Como mencionamos anteriormente, assar carne no forno é uma técnica que consiste em cozinhar lentamente a carne em ambiente fechado, seja na churrasqueira, forno ou panela específica para esse fim.

Confira abaixo os ingredientes necessários e o modo de preparo completo para uma sugestão de receita:

Ingredientes:

  • Pedaço de carne (pode ser um corte como pernil, paleta, cupim, etc.)
  • Temperos a gosto (sal, pimenta, alho, ervas, tempero pronto, etc.)
  • Papel alumínio

Método de preparação:

  1. Primeiro, escolha um pedaço de carne de sua preferência. Cortes mais grossos e suculentos funcionam bem para esta técnica. Em seguida, tempere generosamente com sal, pimenta, alho ou outros temperos de sua preferência. Deixe marinar por pelo menos algumas horas.
  2. Depois disso, pré-aqueça o forno em temperatura média alta (aproximadamente 180-200°C). Se estiver usando churrasqueira, acenda o carvão e espere até que as brasas fiquem cobertas de cinzas. Enquanto isso, coloque a carne no centro de um pedaço grande de papel alumínio.
  3. Além disso, certifique-se de que haja espaço suficiente para criar uma espécie de “pacote”. Em seguida, feche o papel alumínio em volta da carne, formando um pacote hermético. Sele bem as bordas para manter o vapor dentro.
  4. No próximo passo, coloque o pacote de carne no forno pré-aquecido ou na churrasqueira. Deixe assar lentamente por várias horas. O tempo pode variar dependendo do tamanho da peça escolhida, mas geralmente é uma técnica de cozimento lento, com média que pode variar entre 4 e 6 horas.
  5. Por fim, utilize um termômetro de cozinha para verificar a temperatura interna da peça. O ponto desejado pode variar, mas geralmente fica entre 70-80°C para partes de carne bovina. Por fim, retire a carne do forno ou grelha e deixe descansar sobre o papel alumínio por alguns minutos antes de abrir. Fatie e sirva com seus acompanhamentos preferidos.

Qual carne usar?

Essa técnica de cozimento refogado é ideal para cortes mais duros, pois o cozimento lento e úmido ajuda a quebrar as fibras e a deixar a carne mais macia e saborosa. Os cortes mais utilizados são os bovinos e suínos, veja algumas opções abaixo:

Carne bovina

  • Bife de alcatra: Em primeiro lugar, a picanha, escolha popular no Brasil, é um corte marmorizado, o que a torna ideal para refogar.
  • Fralda: Outro corte que funciona muito bem quando preparado com essa técnica é a fraldinha, muito conhecida por sua suculência e sabor.
  • Costela: Costela de boi, principalmente costela, é perfeita para o cozimento lento, resultando em carnes macias e suculentas e muito comum no cozimento no forno.

Carne de porco

  • presunto: Por outro lado, entre os cortes suínos, o pernil pode ser uma excelente opção para refogar, proporcionando carne suculenta.
  • Lombo: Porém, se você busca um corte mais magro, opte pelo lombo de porco, ele pode ser temperado e defumado para dar um toque a mais.
  • Paleta: Por fim, temos a paleta de porco, que faz parte da paleta de porco e pode ser uma excelente opção para carnes refogadas.

Portanto, independente da sua escolha, lembre-se de ajustar o tempo de cozimento de acordo com o peso e espessura da peça. Além disso, temperar com marinadas e temperos favoritos pode adicionar mais sabor ao resultado final.

Nesse sentido, o bafo é um método de cozimento lento que exige paciência, mas geralmente recompensa com uma carne suculenta e que derrete na boca.

Você também pode estar interessado em ler:

Conclusão

Para finalizar, hoje exploramos o processo de confecção da carne refogada, uma excelente forma de preparar diversos cortes.

Compartilhamos passo a passo, sugestões e dicas sobre quais cortes escolher, tudo para facilitar a reprodução desse delicioso prato na sua casa.

Desta forma, esperamos sinceramente ter sido úteis. Finalmente, gostaríamos de ouvir de você. Você conseguiu reproduzir a receita em casa? Como foi o prato? Deixe seus comentários abaixo. Estamos ansiosos para ouvir sobre sua experiência.

Quer conhecer outras receitas parecidas com Carne assada no bafo: como fazer? você pode visitar nossa categoria clicando aqui 👉 Carnes.

Participe do nosso Grupo do WhatsApp Clicando Aqui 👉 Participe do nosso grupo!!

Amanda Cristina

Sou Amanda Cristina redatora especializada no mundo da culinária e gastronomia, sou redatora desse site de receitas. Minha jornada começou com uma paixão genuína pela comida e a vontade de compartilhar minhas descobertas culinárias com o mundo.Com formação em Comunicação e Jornalismo, rapidamente percebi que minha verdadeira paixão estava na escrita de artigos, receitas e dicas relacionadas à culinária.

Receitas para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você está satisfeito com ele. Mais informações